Revisão de texto – do orçamento à entrega

Existem alguns cuidados que você pode tomar para que o processo de revisão de texto seja mais organizado e flua tranquilamente. Veja neste artigo quais são eles.

, 17 de julho de 2018

O passo a passo de um processo de revisão de texto que você vai ler a seguir mostra boa parte do que seguimos aqui no Revisão do orçamento à entrega do trabalho ao cliente.

Entretanto, como cada revisor tem sua rotina e seu jeito de trabalhar, adapte as sugestões que são dadas aqui para o que melhor se encaixar no seu estilo. 😉

Você pode se aprofundar nestes passos lendo o Manual de sobrevivência do revisor iniciante.

Orçar um trabalho de revisão

Quando o cliente nunca trabalhou com você, é importante mostrar a ele o seu profissionalismo, sua segurança no que está fazendo. Além disso, caso não especifique no seu site o que é preciso saber para orçar o material, estabeleça já no primeiro contato o que é preciso saber para orçar.

  • Perguntar extensão do trabalho (em caracteres, palavras etc.), prazo, detalhes que possam fazer diferença no orçamento.
  • Tentar receber o arquivo completo antes de passar o orçamento.
  • Caso não seja possível, avisar de que o número de laudas/caracteres será confirmado antes do início da revisão e avisar caso haja diferença entre o fornecido pelo cliente e o número real.
  • Orçar PDFs vivos usando o Count Anything e passar PDFs mortos pelo OCR antes de orçar.

Ao aprovar o orçamento de revisão

Nesta etapa, o contrato de trabalho não é obrigatório; no entanto, deixe claros os seus termos ao cliente e peça a aceitação dele por escrito. Sempre formalize também por escrito o que for combinado por telefone e mostre-se disponível para responder às dúvidas dele.

  • Recolher a aceitação dos termos pelo cliente por e-mail bem como os dados dele, por exemplo, número de telefone, nome completo.
  • Perguntar ao cliente se ele tem ou usa algum manual de padronização.
  • Deixar claro o que o cliente pode esperar da revisão e reforçar o que foi acordado quando aceito o orçamento.
  • Mostrar-se disponível a qualquer momento para tirar dúvidas e pedir que o cliente também tenha essa disponibilidade.
  • Receber o arquivo e encaminhá-lo para pasta na nuvem (Dropbox ou Drive).

Fazer um histórico do documento

Agora que você vai começar a trabalhar, é importante manter a organização entre os projetos em andamento. Para isso, sugerimos que guarde as seguintes informações:

  • Data de recebimento.
  • Extensão (laudas, páginas, caracteres etc.).
  • Formato do trabalho.
  • Responsáveis pelo trabalho e seus contatos no cliente.
  • Observações gerais.
  • Disponibilizar histórico na pasta do projeto.

Arquivar o trabalho

Existem alguns procedimentos que você pode fazer para evitar perder seu trabalho por completo e facilitar o acesso aos arquivos originais nos momentos de dúvida.

  • Criar uma pasta com o nome do projeto.
  • Guardar versões originais para consulta em pasta própria dentro do projeto.
  • Pedir o documento na língua original, em caso de tradução.
  • Versionar arquivos conforme a frequência necessária, que pode ser diária, semanal ou mensal.
  • Criar uma pasta de versões antigas não as sobrescrever para que não se perca trabalho.

Fazer uma checklist do trabalho

Manter a revisão padronizada ao longo de um documento com muitas páginas pode ser um desafio de memória. Por isso, deixe por perto a sua checklist para inserir novos padrões e consultar aquilo que você já havia anotado.

  • Principal dicionário (glossário, fonte de consulta) a ser usado para tirar dúvidas.
  • Orientações e recomendações do cliente.
  • Inserir padrões adotados durante o trabalho (se meia-risca ou travessão, vírgula antes do etc., entre outros aspectos que são uma questão de estilo).

Revisar o trabalho

Algumas dicas para entregar um trabalho mais profissional ao cliente e facilitar a sua vida de revisor.

  • Configurar o usuário do Word com seu nome e sobrenome.
  • Trabalhar com alterações controladas.
  • Ativar o botão “mostrar caracteres ocultos” (❡).
  • Sempre que surgir dúvida, tentar sanar com os colegas de projeto.
  • Ao entregar o trabalho:
    • crie uma versão com as marcas (no modo “mostrar todas”) em PDF e uma versão Word com as alterações aceitas para enviar ao cliente; ou
    • crie um PDF com as marcas e envie ao cliente, caso esteja esperando a segunda parte do pagamento.
  • Caso seja um arquivo em PDF, tente explicar os sinais de revisão nas primeiras ocorrências dos primeiros trabalhos, caso se trate de um cliente novo.

Finalizar a revisão

Depois de terminar a leitura do texto, ainda é preciso fazer algumas verificações para garantir que nada saiu incorreto ou fora do padrão.

  • Sempre fazer verificações de padronização (usar TextSTAT ou ferramenta similar).
  • Usar o corretor ortográfico (F7).
  • Ouvir o texto usando a ferramenta Ler em Voz Alta (ferramenta do Word no Office 365; está na aba Revisão.).

Fechar o trabalho

Este é o momento de encantar o cliente!

  • Se a revisão de texto foi em livro, elaborar um pequeno relatório mostrando pontos fortes e pontos que podem melhorar.
  • Enviar fatura ao cliente e esperar o comprovante antes de liberar o arquivo editável, a não ser que haja acordo contrário.
  • Mostrar-se disponível caso haja alguma dúvida para novos trabalhos.
  • Convidar o cliente a curtir suas redes sociais.

***

Como se vê, existem diversas tarefinhas entre o recebimento do orçamento e a entrega final da revisão de texto ao cliente. Para mim, elas são importantes porque me ajudam na organização e na lida diária com as diferentes pessoas que atendo. Veja o que delas serve para você!


Escrito por Carol Machado,
em 17 de julho de 2018.
Mestranda em Ciências da Linguagem na Universidade Nova de Lisboa. Graduada em Letras pela PUCRS. Revisora desde 2008. Autora do Manual de Sobrevivência do Revisor Iniciante. :)
Foto de Carol Machado