O Revisão responde: O que é uma lauda? (parte 2/2)

Nesta parte do post, falaremos sobre os tamanhos de lauda mais utilizados pelo mercado editorial brasileiro e como se calcula o tamanho de uma.

  • 1.250 caracteres – lauda recomendada pelo SINTRA para tradução;
  • 1.400 caracteres – lauda recomendada pelo Sindicato dos Jornalistas de São Paulo;
  • 1.800 caracteres – não encontrei uma fonte que assegurasse de onde vem a recomendação para o uso desse tamanho de lauda;
  • 2.100 caracteres – é a chamada “lauda literária”.

Mas como calcular o número de laudas do arquivo que eu gostaria de enviar para a revisão de texto?

É mais simples do que parece!

No MS Word 2007 e versões posteriores:

como calcular lauda - clique para ampliar

como calcular – clique para ampliar

  1. No rodapé do programa, clique no botão “Palavras”;
  2. Confira o número de caracteres com espaços no arquivo;
  3. Não se esqueça de marcar “Incluir caixas de texto, …”;
  4. Abra a calculadora;
  5. Divida o número obtido no passo 2 pelo número de caracteres da lauda utilizada;
  6. Arredonde o resultado para baixo.

Parece complicado? Com um pouco de calma, acho que dá para chegar lá.

Espero ter ajudado aos que tinham dúvidas sobre o assunto!

Confira a novidade:

Calculadora de laudas

Tags: , ,

4 Responses to “O Revisão responde: O que é uma lauda? (parte 2/2)”

  1. Beatriz Santos 28 de Março de 2014 at 13:17 #

    Em média, quanto se costuma cobrar por cada lauda? independente do tamanho utilizado…

  2. Edson Cruz 15 de Outubro de 2012 at 13:51 #

    pq a lauda literária tem qse o dobro de caracteres???

    • Maria Alzira Brum 15 de Outubro de 2012 at 13:55 #

      Para tradução consideram a de 2100 caracteres… Muito longe da recomendação do Sintra…

    • Carolina Machado 16 de Outubro de 2012 at 16:59 #

      O tamanho das laudas é determinado pelas editoras ou por órgãos como os Sindicatos (dos tradutores ou dos jornalistas), então, cada um adota os critérios que mais o convém, ficando difícil entender a "lógica".

Leave a Reply